Crazy777 - Nova Montana 2023 vai incomodar Toro e Strada

0

Picape média-compacta tem bons atributos para incomodar a concorrência. Nova Montana 2023 vem com motor turbo de 133 cavalos em todas as versões

Thiago Ventura

A Chevrolet lança no mercado brasileiro a nova Montana 2023, uma picape média-compacta que promete incomodar a concorrência. O produto é derivado do Tracker e será oferecido somente com motor turbo de até 133 cavalos e cabine dupla. A Montana chega às lojas neste mês em quatro versões e os preços serão revelados no próximo dia 10 de fevereiro.

Conferi de perto a picape: viajei com a novidade de Curitiba até Antonina pela Serra da Graciosa, no Paraná, uma das estradas mais bonitas do Brasil. A impressão foi positiva e penso que muito comprador de Strada e Toro vai ficar balançado e apostar na inédita “Smart Utility Vehicle”, como autoproclama a marca durante lançamento para a Imprensa.

“Mas a Fiat Toro é bem maior”; “A Montana é mais fraca, não rivalizam”, tenho lido há meses nos comentários do Crazy777. De fato, tais métricas são favoráveis a best seller italiana, mas a Chevrolet quer roubar vendas de Fiat, Ford, Renault e Volks. Pena que não haverá versão cabine simples ou 4×4: objetivo é de uma picape de vocação urbana para atender não só quem precisa de um utilitário, mas que usa o tal como carro de passeio.

Design

O visual da nova Montana 2023 foi revelado em dezembro de 2022, quando começou a pré-venda das versões topo de linha. No evento de lançamento, a Chevrolet mostrou somente a opção Premier. A MT, LT e LTZ ainda seguem desconhecidas. Assim que possível, farei um conteúdo sobre elas.

Mas independente da versão, as linhas gerais do design agradam! A picape tem dianteira com a nova linguagem da Chevrolet, já aplicada em produtos nos Estados Unidos. É um recurso já usado em várias montadoras, inclusive com a Fiat Toro: assinatura luminosa superior, conjunto óptico inferior. O resultado ficou muito bom e tende a agradar o mercado.

Na vista frontal, é notório que a primeira porção, destinada ao motor, foi encurtada. Foi um recurso da Chevrolet para aumentar o espaço interno da cabine. O resultado fica melhor ao vivo do que por fotos e vídeos: de acordo com o ângulo ou câmera, a nova Montana parece menor do que é.

Confira estes conteúdos que estão bombando:
DPVAT 2023: seguro obrigatório não será cobrado
Porsche 918 Spyder tem o IPVA 2023 mais caro do Brasil
BOATO: mensagem no WhatsApp engana sobre Taxa de Licenciamento

Por falar nisso, são 4,72 metros de comprimento e 2,80 m de distância entre-eixos. As dimensões se assemelham à a Renault Oroch porém, como a francesa tem estilo mais quadradão, parece maior do que a Montana. Em relação ao volume da caçamba, são 874 litros e 600 kg de carga, números maiores do que Fiat Strada, Oroch e Saveiro, mas inferiores aos da Toro.

O interior da novidade é muito parecido com o do Tracker, SUV do qual é derivado. Possui um desenho que agrada, com linhas dinâmicas, mas já um pouco batidas pois também se assemelha com o do Onix. Porém, a Nova Montana 2023 tem um acabamento diferenciado na central multimídia.


Trata-se de uma peça em black piano que unifica o cluster a o sistema myLink, dando uma aparência de painel mais largo. Até lembrei das picapes antigas da GM: eu gostei! Tem ainda carregador por indução e ar-condicionado digital de uma só zona. Senti falta de um volante com desenho mais exclusivo para a picape! Segue o mesmo padrão da família.

E claro, plástico duro predomina mas o resultado geral me parece bem melhor do que Strada, Saveiro ou Oroch. A Fiat Toro me parece mais refinado, justamente por ter cluster digital e multimídia vertical, de acordo com a versão.

Caçamba Multi-Flex

Gostei da proposta da Chevrolet com a caçamba batizada de Multi-Flex. Ela vem com proteção desde a versão de acesso e os tradicionais pontos de amarração de carga. Porém, nem todo mundo que compra uma picape utiliza o espaço para o transporte e cargas: muita gente tem o véiculo com opção de carro de passeio e precisa levar malas e outros objetos.

Com isso, a marca fez um sistema avançado de vedação da cobertura que garante a proteção contra água e poeira. As laterais possuem dupla iluminação e entradas para carregar dispositivos, além de vincos para acoplar acessórios customizados. Com isso, a GM vai oferecer uma linha de produtos para as mais diversas funcionalidades, desde o trasnporte de pequenos e grandes objetos até um que cria uma “zona segura” e oculta para alguns objetos.

Um dos acessórios que mais gostei é a capota elétrica, ainda com preço desconhecido. Ela possui comando por controle remoto e me pareceu ainda mais resistente à chuva e proteção das bagagens do que a lona marítima. E tem uma abertura e fechamento melhor do que a da Toro Ultra, por exemplo.

Ao volante

Fiz uma viagem em dupla com a nova Montana 2023 de Curitiba até Antonina, já no litoral Paranaense. Na saída da cidade fomos “trollados” pelo Google Maps acabamos por refazer o trajeto rumo ao centro e ficamos presos num congestionamento. Acabou que foi bom para explorar bem tanto na cidade como na estrada.

O carro tem motor 1.2 turbo de três cilindros com até 133 cv e 210 Nm de torque com etanol e câmbio de seis marchas, manual ou automático. Minha experiência no trecho, que inclui subida de serra é de que o bloco é adequado ao veiculo. Achei que andou bem com dois adultos e sem carga.

O dirigir é muito semelhante ao do Tracker! Ou seja, a GM conseguiu o que queria: de fato é uma picape com dirigibilidade de SUV e com dimensões não tão avantajadas que facilitam a lida na cidade.

Houve ainda um trabalho na suspensão: as rodas traseiras utilizam sistema do tipo eixo de torção que é mais convencional e barato. A Toro, por sua vez, tem sistema independente nas quatro rodas. Mas na Montana, há um duplo batente variável, que proporciona maior conforto e não deixa a caçamba quicando vazia. No teste drive, achei que rodou bem!

Conclusão


Se tiver preço bom, conforme aplicado na pré-venda, chega para afetar as vendas das líderes Fiat Strada e Fiat Toro. Aliás, considerando a Strada topo de linha, com motor 1.3 aspirado e câmbio CVT, a nova Montana oferece mais com preço equivalente. No caso da Toro, pode fazer sentido ao consumidor pagar menos por uma picape um pouco menor e mais econômica.

Ficha Técnica nova Montana 2023

VersãoMTLTLTZPremier
Motor132cv (G) e 133cv (E) @5500132cv (G) e 133cv (E) @5500132cv (G) e 133cv (E) @5500132cv (G) e 133cv (E) @5500
Torque19,4 mKgf (G) e 21,4 mKgf (E) @ 2000-450019,4 mKgf (G) e 21,4 mKgf (E) @ 2000-450019,4 mKgf (G) e 21,4 mKgf (E) @ 2000-450019,4 mKgf (G) e 21,4 mKgf (E) @ 2000-4500
Pneus215/60 R16215/60 R16215/55 R17215/55 R17
Comprimento4.717 mm4.717 mm4.717 mm4.717 mm
Largura1.798 mm1.798 mm1.798 mm1.798 mm
Altura1.659 mm1.659 mm1.659 mm1.659 mm
Entre eixos2.800 mm2.800 mm2.800 mm2.800 mm
Vão livre do solo185,4 mm185,4 mm192,4 mm192,4 mm
Ângulo de ataque20,1°20,1°20,7°20,7°
Ângulo de saída24,9º24,9º25º25º
Peso1.273 kg1.282 kg1.310 kg1.310 kg
Capacidade de carga637 kg628 kg600 kg600 kg

Lista de Equipamentos, Consumo e Ficha Técnica da Nova Chevrolet Montana: